sexta-feira, 19 de março de 2010

Sky City - Tóquio, Japão

Apontada como uma saída para a falta de espaço verde em Tóquio, no Japão, o projeto Skycity 1000 é tão arrojado quanto o seu tamanho. Números não lhe faltam: com 1.000 metros de altura, 400 metros de base e impressionantes 8km² de área construída, a proposta desse super arranha-céu é acomodar 35.000 residentes e mais de 100.000 trabalhadores em uma edificação quase duas vezes mais alta do que a atual recordista (Taipei 101, na China, com 509m).






Escritórios, departamentos comerciais, hotéis, teatros e até mesmo escolas fariam parte do projeto, que já data de 1989. Por trás dessa empreitada está a Takenaka Corporation - a japonesa mais antiga do ramo. Por empecilhos naturais que inviabilizam sua construção, a proposta, contudo, nem mesmo saiu do papel.





Para os engenheiros responsáveis, solucionar questões como a sustentação de um prédio tão alto contra a ação natural do vento seria o primeiro passo para efetuá-la. A resposta, talvez, resida na própria engenhosidade nipônica: inteiramente oco, o Skycity 1000 contaria com um grande pêndulo responsável por equilibrá-lo em dias de forte ventania.Se efetivada, essa promessa da arquitetura também resolveria um problema bastante incômodo entre os japoneses: a falta de espaço. Maior metrópole do mundo, Tóquio figura entre as cidades com o metro quadrado mais caro da atualidade. Ali, de fato, uma empresa costuma gastar 90% da quantia destinada a uma obra apenas com a compra do terreno.InovaçõesPara fazer desse edifício um símbolo do orgulho japonês, os engenheiros planejam, ainda, aplicar tecnologias nunca antes vistas em projetos arquitetônicos dessa magnitude. Para dar conta do transporte vertical, por exemplo, os elevadores (ditos "atômicos") seriam capazes de transportar pessoas a velocidades superiores a 60 km/h - tecnologia, por sinal, já existente no Japão desde 2007.






Outro foco dos projetistas está em construir uma comunidade auto-sustentável em que o senso de preservação ambiental seja uma prática encorajada e alicerçada pelo aparato tecnológico do edifício. Em suma, o Skycity 1000 é mais do que um projeto ambicioso. Na verdade, trata-se de uma aposta no futuro do Japão, que há décadas tenta contornar o fenômeno da macrocefalia urbana. Embora sujeitos aos avanços da tecnologia para concretizá-lo, os projetistas sonham com uma verdadeira "cidade vertical" no centro de Tóquio. E a julgar pelo tamanho da obra, sonham muito alto.


Arquiteto: N/ACorporadora: Takenaka Corporation
Localização: Tóquio, Japão.Altura: 1.000m
Número de andares: 196
Área total: 8km²
Função: Mista
Rede hoteleira
Escritórios
Residências
Escolas
Entretenimento

Mais fotos do Sky City:












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário